pesquisa rápida

Carregando...

terça-feira, 7 de junho de 2011

Peça sobre o meio ambiente

Esta peça será apresentada na escola Azarias Fernandes:


Personagens:(Arvore,meninos,pessoas da cidade,guarda,coronel)
Cenários:Vila e floresta

Ato 1
(aparece os figurantes)
(è improvisado um Diálogo anti-ambiental)
Os meninos entram bruscamente pelo meio do povo)
Pessoa 1:Mal educados!
(há uma venda de nome venda da vila capoeirão dos tucanos)

Chico:Bora!Se ocê se atrasá os pexe vão imbora.
Zé:(cansado):Calma chico,tô cum fome!
Chico:Lá nois come as goiaba!
Zé:Tamém to apertado pra i na casinha
Chico:Ocê fais isso lá na moita,Bora!
(Correm até uma cerca)
Chico:Zé,ocê já viu isso aqui?Uai!
Zé:Não!Só me alembro da praca “froresta dos tucano amarelo”,Chico!
Voz:Daqui ocês num passa!
(os meninos se assustam)
Meninos(tremendo e abraçados):Valei-me minha nossa sinhora,é o curupira!

Cai o pano

Ato 2
(passa-se na floresta)

Guarda(aparece de trás de uma moita):Uai!Eu num sô lenda!
Zé:discurpa,nóis num sabia,mas óia,pru que nóis num pode pasá?
Guarda:Essas terra são do coroner Timóteo,ele vai quemá pra prantar algodão.
Meninos(brabos):Ele não pode fazê isso!
Guarda:pode sim,essas terra são dele,saiam o eu chamo os pai docês.
(os meninos fingem que saem,o guarda sai de cena,os meninos entram chutando pedras e resmungando)
Homem sentado em uma pedra:O que aconteceu para tanta brabeza?
Chico:Tamo brabo cum coroner timóteo!
Zé:É,ele nus proibiu de brincá aqui!!
Homem:Bem,eu sou...Jorge,mas voltando ao assunto,ele tem o direito de fazer o que bem entender dessas terras pois são dele...
Chico:Não!veja,O meu primo Zeca mora na cidade,lá o ar é tam sujo qui num dá pra respirá,as água dos rio tão poluída qui não dá pra nadá,não há quase nenhuma arvre para purificá o ar,só prédio.
Jorge:Sim,mas Deus deu a inteligencia ao homem para fazer o que quiser!
Zé:sim,mas isso já é outo ponto de vista,nos deu a isperteza,mas não pre distruí as obra dele.
Chico:Como é qui pode arguém possui as terra qui são di todos e di deus?Para que não é a natureza si não para admirá e pros animal viver.
Zé:SE ocê num querdita pregunte praquela arvre!
(Ele olha para a arvore,vê ela com uma placa dizendo:”Merecemos Respeito” e se assusta)
Arvore:É,não podem nos queimar vivas como fizeram com a pobre Joana D'arc.
Arvore:E o mundo está pequeno pra tanto lixo.
Arvore:E o ar tão sujo que nós,Arvores estamos tendo um trabalhão para purifica-lo,conheço arvores encarquilhadas antes do tempo!
Zé:Nois sabemo!
Chico:pois é!
Arvore:Aqui há Arvores muito velhas,como minha avó.não acredito que vão querer queimar ela,é como dizem:”Muitos clamam as queimadas das árvores mas poucos clamam à plantar mais”Lady Daiane,2011,concurso de frases ambientais!Se eu fosse você olhava o site ongazarias.blogspot.com para ver como é que se deve tratar minha Família!
Meninos:Família?
Arvore:É,as outras arvores,o Blog ensina a respeitá-las!
Meninos:Blog?
Jorge:É,site.
Arvore:Sim...por isso vamos...UAAAAHHH!...preservar...ZZZ

cai o pano.

Ato 3

Chico:Nóis nem sabia como era tarde onti né zé?
Zé:Pois é...
Chico:Vamo dá uma olhada na froresta pela urtima vez,quem sabe nóis tem sore e tem uma urtima prosa ca dona arvre!
(Caras de supresa,Encontram uma placa dizendo “Reserva natural dos tucanos amarelos”.)
Zé:Qui é isso?
Guarda:pois é,o Coroner timóteo falou co IBAMA pra torná as terra dele uma reserva naturar,podem ir Brincá!
Meninos:ÊÊÊÊ!BORA FALA CA ARVRE!
(saem de cena,entra Jorge)
Guarda:Coroner Timoteo,ocê é um santo,si onde será qui ocê tirô essa ideia alumiada?Meu Deus!
Jorge(que foi descoberto que era o coronel)pisca o olho pra platéia.
Cai o pano
Apresentações

Prefeito:Hoje é o dia municipal das APPs(áreas de preservação permanente)!O dia da inauguração da reserva do Coronel Timóteo se tornou a data.As terras dele iam ser queimadas para plantar,mas graças a boa iniciativa dele isso não aconteceu
(Entra o coronel)
(os meninos olham-se surpresos)
Todos da peça apresentam algo

Agradecimentos”

2 comentários:

  1. legal também vou participar

    ResponderExcluir
  2. Que bom que publicaram a peça! Eu estava precisando de ideias!

    ResponderExcluir